1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

A série Para além do futuro foi inspirada no aforismo 56, "O eterno retorno”, de Friedrich Nietzsche, no qual o filósofo aborda os ciclos da vida acontecendo em uma forma eterna de repetições, lançando uma reflexão sobre a busca dos seres humanos de colonização de novos planetas. O trabalho foi desenvolvido em 2017 durante o curso “Reflexão Crítica em Fotografia”, na EFA e teve a orientação dos fotógrafos e artistas visuais Camila Domingues e Cristiano Sant’Anna. Marlene Reinaldo estreou a exposição Para além do futuro no espaço cultural Café Cantine, na cidade de Gençay, na França, em junho de 2018.

Para o desenvolvimento do trabalho, Marlene buscou na afirmação do cientista e escritor Carl Segan – “O número de estrelas no universo é maior do que todos os grãos de areia em todas as praias do planeta Terra”- , o conceito para produção das fotografias. Marlene uniu elementos orgânicos, luz e água, e produziu imagens macro que reproduzem uma viagem pelo espaço sideral com todas as suas belezas e mistérios, até a chegada ao terreno arenoso de Marte. O novo habitat humano é reproduzido por fotografias de dejetos naturais devolvidos pelo mar na areia da praia da Daniela, em Florianópolis/SC.

O trabalho Para além do futuro fez parte da programação do FT18-Festival da Transformação ADVB, que foi realizado na ESPM-Sul em 2018 e foi selecionado no  4º Concurso de Fotografias da AAMARGS, para compor a programação de exposições do Bistrô do MARGS, em julho e agosto de 2019. Em janeiro de 2020 a exposição foi recebida por 30 dias no espaço Complex Skatepark.

Para acessar esse trabalho em vídeo clique aqui:  https://vimeo.com/user81445404